Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Bispo de Viseu pede aos padres que se libertem da «pressão da comunicação social»

por Zulmiro Sarmento, em 05.07.10

O Bispo de Viseu pediu este Domingo que os padres não se deixem “guiar pela opinião pessoal, pela pressão da comunicação social, pela moda, pelo aplauso e reconhecimento maioritários ou pela procura de uma posição social gratificante”.

Na celebração em que ordenou quatro novos sacerdotes, momento alto do dia da Diocese, D. Ilídio Leandro disse que esta opção “supõe o seguimento total – sem partilha com outros interesses ou com outras preferências – e exige uma orientação nova, toda direccionada para a Missão”.

“É na Missão que nós encontramos uma nova família, com o anúncio do Reino de Deus. Conduzidos pelo Espírito Santo, encontrar-nos-emos plenamente livres e compreenderemos a beleza e a liberdade da plenitude da Lei – o amor do próximo – que somos enviados a viver e a ensinar”, indicou.

Para o Bispo de Viseu, “vale a pena viver a consagração sem reservas, sem misturas, sem partilhas e sem alternativas”.

“Acreditai que Cristo é a maior e melhor gratificação para cada um de nós. Ele é o Tudo e o Máximo, que nos enche o coração”, observou.

Neste sentido, D. Ilídio Leandro considera que “a proximidade, o zelo, o amor a todos – a começar pelas crianças, pelos jovens, pelos doentes, pelos idosos, pelos pecadores, pelos pobres, pelos que se afastaram – são elementos a apontar os caminhos do nosso ministério, a fazer parte do nosso exame de consciência e avaliação pessoal e pastoral e a motivar-nos para a formação permanente, motivadora de um alegre espírito de comunhão, de uma serena fidelidade e de uma empenhada corresponsabilidade”.

“Não há beleza maior do que tornar Jesus presente na vida das pessoas. O Sacerdote fá-lo, por participação no Sacerdócio de Cristo, apresentando-O como Pão da Vida; como Perdão e princípio de autêntica conversão; como Caminho, Verdade e Vida; como Pastor que conhece, que apascenta, que procura e acolhe, que encontra e ama”, elencou.

Em conclusão, o Bispo de Viseu afirmou que “é muito bom saber que Deus nos ama, que nos é próximo e que vive em nós. É muito bom saber que Deus cuida da nossa vida e nos quer bem, apesar de nem sempre sermos bons”.

 

in ECCLESIA

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:56


1 comentário

De micaelence a 05.07.2010 às 23:45

Pois mas o bispo de viseu não é o bispo de Angra. Que necessidade tinha o de Angra de fazer o mesmo e dar uns valentes puxoes de orelhas a alguns dos seus cordeiros.

Comentar post



formar e informar

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D