Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Catolicismo em mudança(?!) - 2

por Zulmiro Sarmento, em 08.11.07

          Continua a afirmar o bispo Carlos Azevedo na entrevista que lhe fizeram antes da viagem dos bispos portugueses de visita ao Papa para prestar contas pastorais:

          —« A prática de um certo catolicismo popular ainda é um sustentáculo de alguma ligação à Igreja. Apesar das pistas dadas para evangelizar essas práticas populares, essas ficam muitas vezes reduzidas à sua expressão natural. Não se lhes dá uma vertente cristianizada ou evangelizada (nota minha: não faltava, senhor bispo, mesmo mais nada! Pensa que estou disposto a ver uma faca e um alguidar à minha porta por parte dumas alminhas escandalizadas e doentiamente ciosas das suas coisinhas santas?!).»

          — « É preciso uma experiência de Deus. Muitos ainda não se encontraram com Cristo, apesar de terem alguma prática religiosa. Muitas vezes ficamos admirados como é que as pessoas, de manhã, vão a uma celebração, à tarde, vão a uma seita, e, à noite, vão à bruxa. . Isto significa que há uma aspiração espiritual muito vaga. As pessoas sentem necessidade de algo mais, mas não é uma opção profunda por Cristo.» (O itálico é meu, claro está, pela perturbação razoável que isto me provoca).

À pergunta se o clero é mau professor, diz o bispo entrevistado que «a transmissão da fé não passa apenas pelos pastores. Passa por toda a comunidade cristã, sendo fundamental, na Igreja portuguesa, a urgência da formação de cristãos adultos. Refere que é uma das lacunas da Igreja em Portugal. O «chavão» da Nova Evangelização significa um modo novo (nova linguagem, novo método, novo ardor) de despertar atitudes para a vivencia da fé nos já baptizados. Nota-se falta de coerência nos valores e na dimensão vivencial dos cristãos. É fundamental recorrer à diversidade de formas pastorais na Igreja. Nem todos, por exemplo, têm uma apetência para seguir uma metodologia carismática ou neo-catecumenal , que é o exemplo de movimentos que estão numa fase crescente. Mas há paróquias que também têm sucesso, mas são menos faladas. Como a cristandade acabou é necessária uma nova forma de prática pastoral, tal como João Paulo II apelou. Temos uma pastoral muito erótica porque fica apenas nos desejos. Fazem-se análises objectivas e interessantes, mas não há quem dê corpo às soluções apontadas. Ir a missa ao domingo não deve ser uma «obrigação» mas o celebrar a fé, porque onde a indiferença reina, a Igreja deveria assumir um papel congregador . As celebrações implicam alegria, mas essa é , muitas vezes, escassa nas eucaristias. O celebrante, muitas vezes, tem de fazer um esforço para animar a comunidade. As pessoas estão sisudas e dão respostas sem vivacidade. Os cristãos quando entram na igreja colocam uma cara de sexta-feira santa. Temos um cristianismo pouco pascal e demasiado quaresmal. É reduzida a perspectiva de acolher o cristianismo como salvação e esperança.»

Mas o dito bispo ainda tem mais umas coisas ditas que hão-de chegar aqui a seu tempo.

Perante isto só me fica bem trazer para esta página, esta linda foto que espelha bem o que anda por aí a nível de religião e crendice...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:10



formar e informar

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2007

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D